Cidade Empreendedora: As 10 Melhores Dicas e Ações para ser uma

O que é uma cidade empreendedora?

O Programa Cidade Empreendedora é uma ação do Sebrae para o gestor público que quer direcionar, acelerar e sustentar o processo de desenvolvimento socioeconômico do seu município. Em uma Cidade Empreendedora todos têm oportunidades equivalentes, e ainda fazem parte das soluções.

A Cidade Empreendedora é aquela capaz de estabelecer prioridades, direcionar recursos para obras fundamentais consideradas estratégicas e executá-las, coordenar esforços entre diferentes níveis de governo para captar recursos, estimular a participação pública, integrar a população ao mercado de trabalho, bem como incentivar a criação e o fortalecimento dos
negócios locais.


Leia também:


Como ser uma cidade empreendedora?

Diversas decisões e ações no âmbito da gestão municipal podem ser tomadas para fortalecer a cultura empreendedora local. São projetos e Políticas Públicas de apoio à criação de incubadoras de empresas, incentivo à formação de distritos industriais, feiras e exposições para dinamização do comércio local, provimento e manutenção da infraestrutura adequada para produção e comercialização de bens, execução de programas de educação empreendedora nas escolas, incentivo ao microcrédito, desburocratização, compras governamentais locais, entre outras.

As cidades que optam por uma gestão empreendedora desempenham três funções que são essenciais para o desenvolvimento:

  • Preparar as pessoas e famílias para a vida moderna, por meio da educação, informação e comunicação. Muitas pessoas que querem estudar se deslocam da sua cidade de origem para as cidades polo (ou Empreendedoras) da região, em busca de uma complementação de educação que não encontrariam na sua terra natal. As Cidades Empreendedoras oferecem tais serviços;
  • Integrar os diferentes setores e mercados, oferecendo uma utilização mais eficiente de capital e trabalho. Exemplo desse fato é a necessidade de estudar informática. Sem noções de informática as pessoas não conseguem se inserir no mercado de trabalho;
  • Estimular a inovação nas instituições e empresas que desenvolvem novos serviços e produtos para atender as expectativas sociais. Os consumidores se tornam mais exigentes a cada dia. Os empresários do segmento de lavanderia tiveram que se adaptar às mudanças. As antigas tinturarias fecharam suas portas. O mesmo ocorreu com as antigas vídeo-locadoras (VHS) que não passaram a oferecer DVDs em seu estoque.

Além disso, as cidades devem oferecer atrativos para as empresas. Em geral, podemos afirmar que empresários gostam de encontrar nos municípios os seguintes fatores de produção:

  • Força de trabalho capacitada – com bons níveis de qualificação;
  • Recursos naturais acessíveis – passíveis de serem aproveitados economicamente;
  • Um sistema de crédito acessível e eficiente;
  • Um clima favorável para as MPEs atuarem e se desenvolverem.

Cidade empreendedora dicas10 dicas e ações para se tornar uma cidade empreendedora

Ao tomar a decisão de se candidatar ao cargo de Prefeito(a) ou Vereador(a), naturalmente surgiu a sua primeira e maior preocupação: o que posso fazer para promover o desenvolvimento do meu município, para estimular a produtividade e competitividade das empresas municipais, gerar emprego, renda, prosperidade, qualidade de vida para a população e arrecadação para a prefeitura? Como recuperar a economia após a pandemia da Covid-19?

O desenvolvimento dos municípios passa pela criação de oportunidades locais, pelo sentimento, por parte da população, de pertencimento ao município, de poder acreditar em um futuro melhor, construído por todos.

E o caminho para isso é, sem sombra de dúvida, a valorização e o estímulo aos pequenos negócios. São eles que criam oportunidades, ocupação, renda, prosperidade. São eles que vão reter as pessoas no município, ao criarem condições para prosperarem no seu próprio lugar.

As dicas e ações aqui apresentadas mostram como os prefeitos e vereadores podem apoiar o desenvolvimento municipal, para alcançar o objetivo de se tornar uma cidade empreendedora. As dicas e ações não seguem ordem cronológica ou de importância, mas se complementam e encadeiam. A seleção de quais dicas e ações serão executadas depende, antes de tudo, das características, potencialidades e realidade de cada município.

Dica #1: Priorize a geração de empregos

Prepare o seu município para receber e trabalhar a agenda de desenvolvimento, visando à geração de emprego, renda, qualidade de vida e arrecadação.

Dica #2: Mobilize quem constrói o desenvolvimento

Identifique, reúna, integre e qualifique os líderes do seu município para, juntos, trabalharem para a prosperidade, o desenvolvimento e a geração de empregos e renda.

Dica #3: Desburocratize e simplifique a vida do empreendedor

Faça a desburocratização acontecer! Ajuste a máquina pública para transformar logo os sonhos de negócios e de novos empregos em realidade.

Dica #4: Apoie o empreendedor

Ofereça atendimento de qualidade e capacitação aos pequenos negócios do seu município.

Dica #5: Priorize as compras locais

Incentive a participação dos pequenos negócios nas compras municipais, para melhorar a aplicação dos recursos públicos ou particulares, fixar renda local e promover o crescimento econômico.

Dica #6: Promova o empreendedorismo nas escolas

O mundo muda, e a educação precisa preparar crianças, jovens e adultos para ousar, empreender e reinventar o futuro. Negócios também se aprendem em sala de aula.

Dica #7: Promova a qualificação de quem precisa

Estimule a inclusão produtiva, econômica e social das populações vulneráveis, em sintonia com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável.

Dica #8: Fortaleça o empreendedor desenvolvendo as vocações do município

O fortalecimento dos pequenos negócios do comércio, turismo, indústria ou agropecuária, a garantia de sua sobrevivência e o aumento de sua competitividade são essenciais para a geração e a manutenção de emprego e renda no município e para alcançar o desenvolvimento sustentável.

Dica #9: Incentive a cooperação e o crédito

Estimule o cooperativismo, o associativismo e o crédito como forma de gerar desenvolvimento local e regional, emprego e renda.

Dica #10: Promova a inovação e a sustentabilidade

A inovação, a evolução tecnológica e a sustentabilidade aceleram o desenvolvimento local e precisam ser estimula- das para garantir benefícios para toda população, movendo a roda da economia, gerando empregos sustentáveis e criando a prosperidade.

Conclusão

Os pequenos negócios são a força viva da economia do Brasil. Eles representam 98% das empresas do País, são responsáveis por 54% dos empregos formais, 30% de toda a riqueza nacional e estão presentes em 100% dos municípios brasileiros.

O mundo mudou por causa da pandemia. Mudou também em razão da urgência de políticas públicas capazes de proteger e incentivar os pequenos negócios diante dos efeitos econômicos. Em cada canto do planeta multiplicam-se ações de retomada da economia.

Isso exige dos prefeitos(os) e vereadores(as), compromissos para a implementação de políticas de desenvolvimento dos pequenos negócios, que geram a maioria dos empregos no País.

Para ter um passo a passo do que fazer para se tornar uma Cidade Empreendedora, baixe agora mesmo o Guia do Prefeito Empreendedor.

Seu portal da transparência está 100% atualizado?

Com a nossa Assessoria em Transparência Pública, nós apoiamos o Controle Interno e a administração como um todo, na missão de manter o seu Portal da Transparência 100% de acordo com as leis.

Receba Diagnóstico Grátis do seu Portal da Transparência